terça-feira , 19 setembro 2017
Após relatório contra Temer, Zveiter é punido pelo PMDB

Após relatório contra Temer, Zveiter é punido pelo PMDB

Brasilia – O deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) será afastado por 90 dias das funções que exerce no partido. A informação foi antecipada pelo deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS) em entrevista ao Bastidores do Poder, da Rádio Bandeirantes.

Esta será a primeira punição para o parlamentar que apresentou relatório pela continuidade da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB). Outras sanções, porém, não estão descartadas.

“Não vejo mais espaço para ele no partido”, disse o vice-líder da bancada na Câmara. Darcísio Perondi conversou com os jornalistas Pedro Campos e Adriano Oliveira e também disse que trabalha com a possibilidade da votação em plenário na segunda-feira.

O parlamentar falou em “mudança de estratégia” e disse que não vê problemas numa eventual sessão em agosto, após o recesso, para decidir sobre a denúncia contra Temer.

Nesta quinta-feira (13), a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados rejeitou o parecer de Zveiter que pedia a admissibilidade da denúncia contra o presidente Temer.

Por 40 votos a 25, os membros da colegiado derrubaram o relatório que autorizava o prosseguimento da acusação pelo crime de corrupção passiva perante o Supremo Tribunal Federal (STF).

A denúncia foi elaborada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e encaminhada pelo STF à Câmara, a qual cabe autorizar ou não se o presidente pode ser investigado pela Suprema Corte.

A primeira etapa da análise é feita pela CCJ, que já designou o deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) como novo relator. O parecer do tucano foi aprovado por 41 votos a favor e 24 contra.

O parecer deve ser ainda analisado pelo plenário da Câmara. Uma vez no plenário, a denúncia precisa ter o apoio de pelo menos 342 votos para ter prosseguimento na Justiça ou para ser interrompida.

Troca-troca

Ainda durante a fase de debates, deputados da oposição já esperavam a derrota e lamentaram o que consideram como “resultado artificial”, em referência às trocas de membros da CCJ que foram feitas pela base governista.

Desde que a semana em que a denúncia chegou à Câmara, 25 dos 66 integrantes da comissão foram substituídos.

Amazoianared-Bandnews

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by keepvid themefull earn money