quinta-feira , 25 maio 2017
Ninguém segura as meninas do Iranduba no brasileiro feminino

Ninguém segura as meninas do Iranduba no brasileiro feminino

Amazonas – Iranduba provou mais uma vez que é imbatível em casa. Nesta quarta, às 20h, na Arena da Amazônia, venceu o Audax-SP por 3 a 1 e manteve os 100% em seus domínios. Esta é a 11ª vitória em 12 jogos no Campeonato Brasileiro Feminino. Os gols do Hulk da Amazônia foram marcados por Natália (contra), Kamilla e Dany Helena. Carla descontou para as paulistas.

Com o resultado, o Iranduba, que já está classificado para as quartas de final, chega aos 33 pontos e mantém a liderança do grupo 1 do Brasileiro Feminino. O Audax, com 20, na terceira posição, e em busca da classificação para a próxima fase. Na próxima rodada o Hulk encara o São Franciso-BA, fora de casa, no dia 24, e o time paulista joga no mesmo dia, em Osasco, contra o Vitória-PE.

O Iranduba definiu o jogo ainda no primeiro tempo. Partindo pra cima com tranquilidade, O Hulk construiu o placar com naturalidade e gol a gol foi abrindo uma vantagem irreversível.

O primeiro tento do time amazonense foi marcado aos 12 minutos. Após escanteio e “confusão” na área, Djeni chuta e Natália marca contra. E não deu nem tempo para o Audax respirar. Dois minutos depois, o Hulk marcou mais um. Dany Helena roubou a bola no meio, arrancou sozinha e tocou para Kamilla ampliar o placar.

O terceiro gol das amazonenses veio aos 32 minutos, com Dany Helena. Atacante recebeu lançamento de Djeni e marcou. E os gols representaram a superioridade notória do time em campo. Com facilidade para trabalhar pelo meio, a volante Djeni foi importante na recuperação de bolas na marcação sob pressão, que originou alguns lances de perigo, entre eles o terceiro gol.

Na segunda etapa, o Iranduba tirou o pé, com o objetivo de segurar o placar e se poupar para a fase seguinte, o que não foi tão complicado diante do domínio da equipe amazonense. Criando menos, o Hulk acabou abrindo margem para que o Audax tentasse gostar do jogo.

Quando Carla recebeu livre pela direita, correu fugindo da marcação, invadiu a área e bateu firme, diminuindo para a equipe paulista, aos 25, a reação parecia possível, mas não ganhou força justamente porque o Iranduba não modificou sua maneira de levar a partida.

Com cautela, o time até criou uma ou outra chance de gol, mas sem lembrar nem de longe a pressão do primeiro tempo, justamente por conta da postura de não subir em sua totalidade ao ataque. No fim, a vitória acabou sendo bem menos complicada do que se imaginava, e o Hulk segue na liderança sem sustos.

\amazonianarede-GE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by keepvid themefull earn money